10/01/2016

Papa Gregório XIII não sabe fazer calendários, repassem

Às vezes a gente tem a falsa ilusão de que a virada do ano vai trazer grandes mudanças.
Nada muda. A virada do ano é só um intervalo de tempo no calendário gregoriano.
Minha virada de ano resumiu-se a encher a cara de Keep Cooler na casa da minha vó, assim sem nenhum critério, enfiar minha mão inteira dentro do pirex com farofa (nem sei por que fiz isso, mas a sensação de enfiar a mão dentro de comida granulada se compara a um orgasmo), e assistir à minha família inteiramente embriagada discutindo por causa de um relógio sorteado.
E teve também minha tia bem animada me mostrando um vídeo pornográfico no celular.
E meu tio dizia:
- Se você quer sucesso com os homens, faça que nem a essa mulher.

No dia seguinte ele quase infartou quando lembrei disso, porque ele mesmo não lembrava de ter me dito coisa alguma.
Mas o fato é: toda vez que vejo as pessoas extremamente felizes com pequenas satisfações da vida, como beber em família ou transar, penso o quão azarada eu sou nesse mundo.
Passa 2013, 2014, 2015 e eu ainda nem entendi o que diabos estou fazendo nesse mundo. Olho de um lado ao outro e ainda não consegui entender minha razão de viver, algo que me faça pensar "não posso morrer ainda, porque ainda tenho que fazer x coisa". A verdade é que eu não tenho vontade de fazer absolutamente nada. Nem beber, embora tenha feito com uma frequência preocupante, e muito menos transar. E aí escrevo na esperança de encontrar a conditio sine qua non, aquilo que fará meu sangue pulsar forte nas veias. Eu quero um dia acordar e pensar:

- O dia hoje vai ser bom. Porque *insira aqui um acontecimento* vai se realizar hoje!!!

Crime ocorre. Nada acontece. Feijoada.
Ano passado nem foi tão ruim. Digamos que bebi bastante em família, e transei algumas vezes.
Embora algumas vezes tenham sido um pouco traumáticas (?), como a fulana querendo socar sorvete dentro da minha buceta (ainda tô em choque???). E tem também a vez que eu fiquei tão bêbada que mandei mensagem pra certo alguém, conquistando meu atestado de Trouxa.
Outras coisas foram muito boas, como passar numa prova de estágio que vai me render $grandes aprendizados$ e uma viagem pro Rio de Janeiro.

O que quero dizer é
Que se esquecermos,
por um instante,
que o Papa Gregório XIII substituiu o calendário juliano pelo gregoriano
(tão egocêntrico que o calendário tem que ter o nome dele)
Vamos perceber
Que a passagem de ano é mera ilusão.

E eu estou fadada a romper com toda e qualquer continuação de 2015 na minha vida, por mais que eu saiba o quão ilusório é se guiar pelo calendário.

Esse vai ser o ano de:
- Fazer caminhada todos os dias (exceto hoje, pois fiz as unhas dos pés)
- Parar de falhar miseravelmente ao fazer as unhas dos pés
- Estreitar laços de amizade
- Fazer novos amigos
- Beijar na boca sem que isso seja uma obrigação pra que eu me sinta ótima com meu corpinho (porque eu já sou linda)
- Viajar
- Escrever um projeto de pesquisa
- Não abandonar o blog
- Passar em Teoria Geral de Direito do Trabalho (também conhecido como a pior disciplina da faculdade, por causa da linda professora que leciona)
- Parar de beber álcool.

A mais singela lista de todas.
Ao final do ano, espero lembrar que escrevi isso aqui. Então mostrarei a vocês o que consegui.
Quem sabe até lá encontro a conditio sine qua non com a qual sonho todos os dias.

Fiquem com a imagem do meu único e verdadeiro amor: minha gatinha gordinha fazendo graça <3

7 comentários

  1. MIGA QUE SAUDADES SENTI FOI TERRÍVEL ACOMPANHAR O FIM DO CIRCULO SOZINHA
    Ok, passou
    No fundo, no fundo a maior prova de que tá todo mundo sem saber o que fazer da vida são essas listas que a gente faz no inicio de ano, é só um tentativa de se convencer de que tem sim o que ser feito nesse ano.
    Mas adorei sua meta de fazer as unhas dos pés, eu preciso primeiro superar a agonia que sinto com meus dedos a mostra (?)

    Novembro Inconstante

    ResponderExcluir
  2. Poxa, apesar de ser só o intervalo de tempo e tals, eu sinto que muda bastante coisa. É tipo terminar um livro e começar a ler de novo, é um livro mágico no qual a história sempre muda, mas continua tendo os mesmos 12 capítulos com seus feriados e seus dias especiais etc. Sei lá, eu vejo assim, HAUHAUA.

    Keep Cooler é legal. Eu gosto. Queria ter passado a virada assim, tô com inveja.

    Olha, não tenta encontrar um motivo só pra tua vida que você não vai encontrar. Você não pode basear a tua vida em um objetivo só, porque nada vai fazer o teu sangue pulsar forte nas tuas veias por tempo o bastante. Você pode até descobrir algo que faça isso, mas logo perde o encanto, isso é normal. Porque a nossa vida não foi feita pra ter um grande evento que seria o clímax da história. Ela foi feita pra ter várias fases e capítulos e momentos diferentes que podem não proporciais emoções tão extremas assim, mas no fim da vida a gente vai agradecer por todos eles. Eu penso assim e consigo levar minha vida desse jeito, ao invés de ficar esperando uma só coisa que pode nunca acontecer.

    COMO ASSIM QUISERAM SOCAR SORVETE DENTRO DA TUA VAGINA? GENTE, ISSO É... AS PESSOAS, ELAS TEM UNS FETICHES QUE EU VOU MORRER SEM COMPREENDER.

    Eu não consigo fazer unha, nem do pé, nem da mão. Ultimamente minha mãe tem me obrigado a ir no salão fazer a unha do pé, mas só faço por isso também (e porque no terreiro tenho que ficar descalça, quero um pé apresentável pra não assustar os consulentes).

    Boa sorte com a faculdade, ano passado tive uma matéria com o professor mais temido do meu curso e consegui passar só Deus sabe como, mas enfim... Só não desista que uma hora vai!

    Parar de beber álcool é legal e difícil, ano passado fiquei mais de um mês sem botar uma gota de álcool na boca e só coloquei novamente porque era a última festa que eu ia antes de dedicar meus finais de semana ao terreiro, então é isso. Ainda não parei completamente, mas tamo junto tentando. :)

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AAAAAAAA ACABEI DE DESCOBRIR QUENHÉ VOCÊ

      EU NÃO TINHA RECONHECIDO, DSCLP

      Fico imensamente feliz por você estar de volta na blogosfera ♥

      Excluir
  3. Eu juro que estou tentando abstrair da parte do sorvete na vagina, mas, gente, não consigo? HAHAHA, quer dizer, as pessoas tem ideias estranhas na hora do sexo. E sempre que eu descobrir mais um fetiche bizarro, vou continuar me espantando. Dito isso, acho que posso dar sequência ao comentário, HAHAHA.

    Pois é, a virada do ano não tem nada de muito mágico ou especial, é só mais um punhado de dias que começa e tal, só que eu ainda tenho a tendência de criar expectativas na minha cabeça. E acho que tudo bem, também, se sentir renovada e criar novas esperanças de que as coisas vão melhorar e que a vida vai andar, isso ajuda a levar um dia após o outro, afinal.

    E acho legal você se dispor a fazer os itens dessa lista! A única coisa que estipulei para o meu novo ano é voltar a fazer exercícios físicos. Por conta dos estudos, reta final de mestrado, tive que parar e isso me fez uma falta enorme. Esse ano já comecei a caminhar novamente e, nossa, tão bom. <3

    Tudo de mais lindo pra você nesse novo ano, e que sua gatinha gordinha apareça mais vezes por aqui, ela é linda. Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Em primeiro lugar: bem-vinda de volta! Em segundo lugar: tô na mesma de não saber definir qual é o meu propósito na vida, a virada do ano foi tão meh que estava assistindo série no sofá e nem vi quando o relógio deu meia-noite. 00:02, ops é Ano Novo. E não estou achando ruim esse meu descaso com o começo de um novo ano, sabe? É como dizem: sem expectativas, sem decepções. (Mas confesso que estou me sentindo um pouco melhor depois de ter lido o comentário da Maria. Vou focar nas minhas fases e capítulos e ver o que acontece.)

    Boa sorte nas suas metas! Estarei aqui pra dar apoio pra você não abandonar o blog, que é o que eu posso fazer. Quantos às outras, torcerei por ti. :) Eu não faço lista de resoluções, porque sou mestre em autossabotagem, mas super apoio a dos outros.

    Um bom ano pra ti, Dona dos Gatos! ♡

    Beijinhos. :*

    ResponderExcluir
  5. Não desista do propósito de vida, Nyandiva. Eu demorei cerca de 22 anos pra, num acesso de raiva e desespero, ligar pra um amigo e ouvir que minha única missão era ser a melhor versão de mim mesma na terra - e desde então essa frase tem me guiado e me ajudado a melhorar/fazer muita coisa que eu queria fazer. Acho que não é questão de procurar ou 'encontrar', mas seu propósito (ou seja lá qual palavra você prefere) vai brotar quando você não estiver esperando por ele, por mais manjado e água com açúcar que isso soe.
    Sobre seu final de ano, MENINA ALTAS AVENTURAS! De verdade, você precisa escrever um livro com suas histórias, eu acho que ia fazer sucesso pra caralho 8D eu compraria (e iria pedir autógrafo, pois eu sou especial bjs). No mais, espero que tu consiga curtir mais as coisas, cumprir suas metas e que faça tudo, inclusive beijar e transar, porque está afim e apenas por isso <3
    BEIJOS MIGA <3 MEOW~

    ResponderExcluir
  6. Essa do pirex da farofa foi a melhor coisa de 2015 certamente HUASUHSAHUHUSAHUSA
    Também não sei o que tô fazendo nesse mundo, e acho que nunca vou saber. É uma parada complicada de se pensar, porque acredito que achar a sua função na vida é pra uma pessoa dentre mil, ou mais.
    E meu Deus Vermelho, esquece a história do sorvete HAHUUSAHHUAS não é psicológicamente saudável ficar pensando nisso. E mandar mensagem bêbada pra ~certas pessoas~, quem nunca? Eu fiz isso uma vez só, ainda bem que a pessoa nem respondeu HUASUUASUHSAUHAS
    Eu preciso fazer caminhada e parar de abandonar o blog. Fiquei chocada ao ver que fiquei uns SEIS FUCKING MESES sem postar nada lá. Ok, tcc, mas aff, não tem desculpa, sabe? Tenho 8 mil posts (exagero) nos rascunhos e poderia muito bem ter dado uma editada rápida em algum só pra não deixar esse hiato. Mas aí não seria eu, né?
    Beeeeijo, não some, vamos tentar manter a dignidade de postar sempre, né non? HAHAHA

    ResponderExcluir